Crítica de Ascension, documentário indicado ao Oscar3 min read

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Começando a série de críticas sobre os indicados na categoria de Melhor Documentário no Oscar 2022, falarei sobre “Ascension”, dirigido por Jessica Kingdon.
A história central do filme é a ascensão do chamado “sonho Chinês‎”, filosofia de vida inspirada no “American Dream”.

Ele foi um modelo de vida desejado pelos norte-americanos durante a década de 1920, período de grande expansão econômica dos Estados Unidos. Assim como foi no passado, a China mostrada por Kingdon é um país que está vivendo uma expansão industrial jamais vista.
Sob o mesmo ponto de vista, Jessica Kingdon constrói a base argumentativa do seu documentário justificando como o capitalismo selvagem destrói tudo. Não apenas seus ambientes sociais como também a possibilidade de um desenvolvimento sustentável.

Só para ilustrar, a diretora utiliza alguns exemplos visuais como trabalhos precários, aglomerações em portas de agências de trabalhos e fábricas lotadas. E assim, ela tenta estabelecer sua premissa.
Por outro lado, a documentação escolhida pela diretora não favorece a perspectiva que ela deseja mostrar. Com um formato observacional, a câmera funciona como um guia ali em meio a tudo. Vemos as fábricas, ruas chinesas e agencias de trabalho, em que apenas estamos no “canto” de todo aquele caos.

“Ascension” falha em mostrar a busca pelo sonho chinês

A maior frustração que tive com o filme, foi não ter acesso às histórias e relatos das pessoas. Justamente eles que estão ali trabalhando durante 10, 12 horas, 6 dias da semana com a finalidade de ganhar um salário que mal permite se sustentarem.
Observar o cansaço, exploração e absurdo dessa expansão apenas de longe não é tão impactante quanto ver seus depoimentos.
Sendo assim, a escolha pode ser desgastante para a maior parte do público, podendo afastar os espectadores. O documentário tem 1h30 de duração mas temos a impressão de ser mais que isso.

Compreendo o motivo das indicações. Até o momento são: 1 Oscar, 6 ao Critics’ Choice Documentary Awards e 5 nomeações ao Cinema Eye Honors Awards.
“Ascension” é um documentário com um debate político importante onde muitos documentaristas e críticos adoraram.
Porém, as escolhas criativas poderiam ser melhores. A ausência de relatos e narrações, entrega um filme bem interessante, mas limitado.

A indicação de “Ascension” ao Oscar de melhor documentário provavelmente irá atrair o público e é super importante para o gênero.
Entretanto, Jessica Kingdon poderia ter entregado uma crítica ao capitalismo mais contundente e bem fundamentada.

Compartilhe!

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected
Rolar para cima